Acessibilidade por utensílios de cozinha. A arte de preparar alimentos sem barreiras.

por | 22 maio, 2019 | Turismo Adaptado | 0 Comentários

Cozinhar é uma arte, que é feita com inúmeros ingredientes e diversos equipamentos. Muitos deles precisam de força e habilidade, mas ao longo dos tempos novas idéias foram surgindo, e a tecnologia também passou a facilitar diversos procedimentos.

Em casa, nem eu (Ricardo Shimosakai) ou meus familiares, não temos o hábito de beber. Mesmo assim, bebidas como o vinho são utilizadas em receitas de comida. O vinho é uma bebida tradicional, até na forma de armazenar, em garrafas de vidro tampados por uma rolha. E sacar a rolha não é algo fácil para ninguém. Felizmente eu ganhei um saca rolha elétrico, para facilitar esse procedimento. Com um simples apertar de botão, ele faz todo o procedimento de retirada e depois entrega a rolha em suas mãos.

Isso é acessibilidade, pois ao contrário do que muitas pessoas pensam, acessibilidade não é somente produtos e serviços para pessoas com deficiência. O dicionário Michaelis descreve a acessibilidade como “Facilidade de aproximação, de procedimento ou de obtenção.”, e isso serve para todos.

Imagine por exemplo, aquele tradicional abridor de lata, que possui uma espécie de dente cortante, com uma aba que você empurra e puxa, abrindo a lata em etapas. Já pensou que quase todos são feitos para pessoas destras, que utilizam a mão direita? Mas já existem abridores que podem ser utilizados com facilidade por qualquer uma das mãos, e outros ainda mais fáceis, com um sistema elétrico que abre a lata sozinho. Isso também é acessibilidade.

Formas de silicone já se tornaram populares, pois ajudam depois que o alimento já ficou pronto, pois o alimento não gruda, então é mais fácil tirar da forma e também menos esforço para lavar. Aqui no Brasil, um equipamento que japoneses utilizam há muito tempo é a panela elétrica de arroz. Basta colocar o arroz e a água na medida certa e apertar o botão. Você também pode otimizar o preparo da comida com um misturador automático, que funciona à pilha, e fica mexendo dentro da panela sem você precisar colocar a mão.

Atualmente, muitos acessórios já ficaram tão comuns em nosso cotidiano, que nem nos damos conta da facilidade que ele nos proporciona. Liquidificadores, batedeiras, multiprocessadores, forno de micro-ondas, torradeiras, panelas de pressão, todos esses abreviaram esforço e tempo em procedimentos na cozinha.

Para a maioria das pessoas isso representa um conforto, mas para algumas pessoas com deficiência isso pode ser a condição para conseguir cozinhar. Um tetraplégico querendo abrir a garrafa de vinho seria algo difícil, assim como um cego querendo cortar um alimento em fatias finas. Só observando que eu disse que é difícil, não impossível.

Mas com acessórios próprios, quase todas as tarefas na cozinha podem se tornar mais fáceis. Na verdade, até o próprio hábito de consumo já não é mais o mesmo como antigamente. Antigamente, não muito tempo atrás, se comprava os alimentos sem nenhum preparo para cozinhar. Era preciso fazer todo o processo para preparar o alimento. Atualmente existem muitos alimentos congelados, semi-prontos, instantâneos, sem contar com a febre dos delivery.

Nunca gostei de cozinhar, mas se fosse necessário, ou se em algum momento eu escolher morar sozinho, tenho a certeza que me virar na cozinha será muito mais fácil do que era antigamente. No vídeo abaixo, você poderá ver vários utensílios de cozinha com maiores facilidades.

Compartilhe

Use os ícones flutuantes na borda lateral esquerda desta página

Envolva-se em nosso conteúdo, seus comentários são bem-vindos!

7

0 comentários

Deixe uma resposta

banner lateral acervo digital acessibilidade e inclusao no turismo
Booking.com
Book Hostels Online Now

Siga-me no Twitter

Artigos relacionados

Pin It on Pinterest

Shares
Share This