Certos comportamentos atrapalham a acessibilidade

por | 11 abr, 2019 | Inclusão | 0 Comentários

Certos comportamentos atrapalham a acessibilidade. Eu (Ricardo Shimosakai) estava esperando o elevador no SESC Paulista, que possui elevadores com sistemas inteligentes. Quando você aperta a tecla de acessibilidade e o andar, ele informa o próximo elevador que irá chegar no andar.

Uma nova atração, o mirante que fica no último andar, estava atraindo um público grande, que utilizava o elevador. Então todos os elevadores que chegavam, vinham cheios, ou às vezes nem tão cheios, mas sem espaço suficiente para acomodar uma cadeira de rodas, pois o espaço dele é pequeno. Cabe aproximadamente, além da cadeira de rodas, mais 5 pessoas, muito apertado.

Quando a porta do elevador abria, nenhuma pessoa me cedia espaço. O elevador era a única alternativa que eu tinha, pois além disso só havia escadas. Então o problema era de comportamento, e não exatamente da acessibilidade estrutural.

É desagradável pedir para que alguém saia para que eu possa entrar com minha cadeira de rodas, então a solução é pedir para que o funcionário bloqueie um elevador e ele possa vir com espaço até o meu andar. Mas e se não tivesse um funcionário no andar? Teria que pedir para alguém chamar.

O elevador poderia ser mais inteligente, e quando a tecla de acessibilidade for acionada, ele mesmo automaticamente bloquearia e viria até meu andar. Evitaria assim que ele parasse em outros andares antes de chegar até a mim, o que poderia lotar o elevador. O sistema pode calcular o peso do elevador, para saber se já existe muitas pessoas no interior, pois se já tiver bastante gente, não adianta bloquear um elevador já lotado para me buscar.

Isso só poderia ter problemas se, novamente não houvesse um bom comportamento das pessoas, que sabendo dessa facilidade, se aproveitariam para chamar o elevador pela tecla de acessibilidade, mesmo sem ter uma real deficiência, além da falta de cidadania.

Compartilhe

Use os ícones flutuantes na borda lateral esquerda desta página

Envolva-se em nosso conteúdo, seus comentários são bem-vindos!

7

0 comentários

Deixe uma resposta

Artigos relacionados

Pin It on Pinterest

Shares
Share This