FAB desenvolve projeto para pessoas com deficiência em Florianópolis

por | 3 fev, 2011 | Lazer e cultura acessível | 0 Comentários

Um grupo de 60 pessoas portadoras de necessidades especiais da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) e da Fundação Catarinense de Educação Especial (FCEE) participa, até o dia 25 de janeiro, do projeto social XV Colônia de Férias “Voo Livre”, desenvolvido na Base Aérea de Florianópolis (BAFL).

Os projeto será realizado em duas etapas. O primeiro grupo de 30 pessoas portadoras de deficiência intelectual e 15 monitores usará as instalações e terá o apoio médico e logístico da BAFL para diversas atividades culturais e de lazer até 15 de janeiro, quando se encerra a primeira fase. O segundo grupo, também com 30 pessoas, inicia as atividades nesta data e permanece na BAFL até 25 de janeiro. Militares voluntários acompanharão o grupo durante todas as atividades, para colaborar no que for preciso dentro e fora da Base Aérea.

“Há 15 anos, o evento tem sido um sucesso. Essa forte e sólida parceria com a Base Aérea de Florianópolis proporciona momentos especiais a essas pessoas. Meu filho participa desde a primeira edição, e eu sempre saio daqui tranquila, segura de que tudo correrá bem”, disse a presidente da APAE, Arlete das Graças Torri, durante a cerimônia de abertura, que contou com uma apresentação da Banda de Música da BAFL.

“Eu fico muito feliz, porque é ótimo para ele, que quase nunca sai de casa, e, assim, tem oportunidade de passar por experiências bem diferentes”, ressalta Zenilda Bibana, mãe de Luiz Cláudio Bibana, que participou da colônia pela primeira vez no ano passado..

O objetivo da Colônia de Férias é promover a interação social das pessoas com necessidades especiais, bem como colaborar para o seu desenvolvimento pessoal, social e subjetivo através de atividades planejadas para despertar o espírito de grupo, solidariedade, cooperação, dignidade e respeito. Música, dança, jogos, cultura e passeios farão parte da programação dos grupos, de forma que possam reforçar os vínculos e subsidiar o processo educativo e de inclusão social.

“Eu tenho orgulho de dizer pelos lugares onde ando no Brasil e no exterior que a Base Aérea de Florianópolis abre as suas portas para essa clientela especial”, elogiou Alice Kuerten, presidente do Instituto Guga Kuerten, instituição que tem objetivos sociais, esportivos e educacionais e que também apóia a Colônia de Férias Voo Livre.

Fonte: Administradores

Compartilhe

Use os ícones flutuantes na borda lateral esquerda desta página

Envolva-se em nosso conteúdo, seus comentários são bem-vindos!

7

0 comentários

Deixe uma resposta

banner lateral acervo digital acessibilidade e inclusao no turismo
Booking.com
Book Hostels Online Now

Siga-me no Twitter

Artigos relacionados

Pin It on Pinterest

Shares
Share This