Projeto Alma de Batera. Fazendo repercutir a inclusão através da música.

por | 19 ago, 2011 | Turismo Adaptado | 0 Comentários

O projeto Alma de Batera foi criado em 2008 pelo pedagogo Paul Lafontaine com a ideia de oferecer aulas de bateria para pessoas com deficiência e tornar o contato com o instrumento cada vez mais acessível. Estarão realizando uma apresentação dia 20 de agosto no Auditório da EM&T Jabaquara com demonstrações de atividades e dinâmicas, participação de alunos e convidados, além da apresentação da Banda DoubleShot.

A ideia do projeto não é usar as aulas com a função de terapia ocupacional ou reabilitação. O objetivo é proporcionar às pessoas com deficiência um primeiro contato com a bateria e conhecer um pouco mais sobre o instrumento. Com isso, estimular e contribuir com o desenvolvimento auditivo, psicomotor, cognitivo e social do aluno e assim, incentivar seus potenciais e habilidades, além de ajudar a fortalecer suas ligações afetivas.

Paul afirma que a formação em Pedagogia tem extrema importância na hora de elaborar atividades pedagógicas e dinâmicas corporais introduzidas nas oficinas e vivências, pois trabalham no aluno a autoconfiança, reconhecimento das propriedades espaciais do corpo, capacidade analítica, concentração, atenção, entre outros fatores, sempre respeitando o tempo de aprendizagem de cada um.

São necessárias muitas alterações na maneira de passar o conceito de alguns exercícios, na maneira de lecionar, no material usado para favorecer a compreensão dos alunos ou nas estratégias de ensino, levando em conta as particularidades de todos os participantes. A atividade para a estimular a audição do aluno através dos timbres de cada peça da bateria e discriminação dos mesmos utilizando as vendas nos olhos é um exemplo.

Na oficina, geralmente é utilizado um kit de bateria básico com bumbo, caixa, dois tons, surdo e pratos. Mas, dependendo do exercício proposto e da deficiência, a utilização de peças específicas e de forma independente sempre trouxeram resultados mais concretos.

Atualmente o projeto Alma de Batera oferece oficinas gratuitamente todas as quartas-feiras na Biblioteca Mário Schenberg, na Lapa, em parceria com a Secretaria Municipal da Cultura de São Paulo. As pessoas interessadas em conhecer e vivenciar a interação entre deficientes e a música também podem e estão convidadas a participar das aulas. Além disso, vivências e oficinas podem ser realizadas em outras instituições, associações, escolas que tiverem interesse.

Foi anunciado esta semana que as oficinas de bateria que acontecem todas às quartas-feiraspela Secretaria Municipal de Cultura na Biblioteca Mário Schenberg serão suspensas por tempo indeterminado por falta de verbas. O evento de 20 de agosto está confirmado, porém agora o projeto precisa encontrar soluções para continuar.

Serviço
Apresentação do projeto Alma de Batera:bateria para pessoas com deficiência
Data: 20 de agosto de 2011
Local: Auditório da EM&T Jabaquara
End: Av. Eng.George Corbisier, 100 – Jabaquara (ao lado do metrô Conceição)
Horário: 15:00hrs.
EVENTO ABERTO
Ingresso: 2 kg de alimento (nãoperecível)

Contato com Paul Lafontaine:
Email: paul_lafontaine@hotmail.com
Telefone: 11 6170.4557

Fonte: Drum Channel Brasil

Compartilhe

Use os ícones flutuantes na borda lateral esquerda desta página

Envolva-se em nosso conteúdo, seus comentários são bem-vindos!

7

0 comentários

Deixe uma resposta

banner lateral acervo digital acessibilidade e inclusao no turismo
Booking.com
Book Hostels Online Now

Artigos relacionados

Pin It on Pinterest

Shares
Share This