Viagem acessível em Caxias do Sul. Um charme das Serras Gaúchas.

por | 23 abr, 2019 | Viagens e locais acessíveis | 0 Comentários

O Museu Ambiência Casa de Pedra é um museu instalado em um prédio histórico da cidade de Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul. Localiza-se à rua Matteo Gianella, 531.

O museu é dedicado à reconstituição do modo de vida doméstico dos inícios da colonização italiana na cidade. Possui um pequeno mas interessante acervo de peças doadas pela comunidade, datando de fins do século XIX até início do século XX, incluindo uma variedade de utensílios domésticos, mobiliário, peças de vestuário e de artes manuais como colchas bordadas e toalhas de crochet, algumas estampas com iconografia sacra, instrumentos agrícolas primitivos e outros da indústria caseira, como rocas e teares manuais.

Não é um local totalmente acessível, pois modificar um local pequeno e rústico pode comprometer o charme do lugar. É nessas situações em que ter um bom serviço de atendimento faz a diferença. Atender bem não só em relação à hospitalidade, mas também em como atender adequadamente a pessoa com deficiência.

Mesmo para quem está acostumado a fazer viagens independentes, para destinos onde a acessibilidade é mais difícil, vale a pena considerar um apoio de uma agência de viagem capacitada, pois nem sempre os atrativos turísticos possuem pessoas preparadas para este tipo de atendimento, e contar com a ajuda e boa vontade de outros visitantes não é algo certo.

Caxias do Sul se destaca bastante na parte gastronômica, com destaque para a uva e o vinho. A cada dois anos acontece a tradicional Festa Nacional da Uva, a mais tradicionais do país. Diversas vinícolas oferecem uma variada oferta de bebidas produzidas a partir da uva. Vinhos brancos e tintos, sucos 100% naturais e até variações como o Chopp de Vinho, que eu (Ricardo Shimosakai) experimentei, e fiquei surpreso com o delicioso sabor, apesar de não tomar bebidas alcóolicas.

Ao lado dos rodízios de carne, as galeterias são uma espécie de instituição gaúcha. As casas do gênero servem o chamado galeto italiano, uma herança dos imigrantes de costumavam degustar a passarinhada na terra natal – feita com pombos ou aves de caça.

No Brasil, eles foram substituídos por frangos, a maioria abatida al primo canto (ao primeiro canto), ou seja, entre o 25º e o 30º dia de vida. O galeto, temperado com sálvia, sal e vinho branco, é assado em brasa de carvão. O rodízio acompanha sopa de agnolini (capelete), maionese, radicce (almeirão) com bacon, polenta e massas caseiras como o torteli (recheado com abóbora).

Compartilhe

Use os ícones flutuantes na borda lateral esquerda desta página

Envolva-se em nosso conteúdo, seus comentários são bem-vindos!

7

0 comentários

Deixe uma resposta

banner lateral acervo digital acessibilidade e inclusao no turismo
Booking.com
Book Hostels Online Now

Siga-me no Twitter

Artigos relacionados

Pin It on Pinterest

Shares
Share This